Quais as principais vantagens e desvantagens da exportação indireta?

Ao definir a forma mais adequada de realizar as operações em comércio exterior através da exportação, deve-se escolher se quer realizá-la a partir da própria empresa cuidando de todos os processos de envio da mercadoria para o exterior (exportação direta), ou se a melhor decisão é contar com uma empresa parceira e especializada em importação e exportação (exportação indireta).

Cada tipo de exportação apresenta as suas vantagens e desvantagens. Neste artigo, conheceremos um pouco mais sobre quais são os principais aspectos da exportação indireta.

 

As vantagens da exportação indireta

Antes de falar propriamente das vantagens desta modalidade de exportação, deve-se defini-la: a exportação indireta é o tipo de exportação que se dá através da participação de uma empresa especializada em comércio internacional, que acompanha e auxilia àquela empresa que deseja ver os seus produtos inseridos no lucrativo mercado internacional.

Por si só, o fato de contar com outra empresa e uma série de profissionais com amplo know how para buscar os mesmos resultados da sua companhia, já é um grande benefício. Mas, a seguir, vamos apresentar mais algumas das principais vantagens da exportação indireta.

Operações e processos: contar com uma empresa especializada em comércio exterior, significa que ela será a responsável por apontar os melhores caminhos para otimizar todos os tipos de operações e processos das mais variadas negociações que envolvam a exportação.

Burocracia: o processo de exportação envolve uma série de burocracias que exigem conhecimento especializado para serem executadas com êxito. Nesse sentido, ter o acompanhamento de uma empresa que sabe perfeitamente como atuar frente às documentações e às legislações dos países envolvidos na negociação, torna-se fundamental para conseguir atuar no mercado internacional.

Tributos: em um cenário geral, a exportação já apresenta diversas vantagens em relação ao comércio interno de mercadorias. Através da legislação vigente, os exportadores recebem isenção de diversos impostos, como a não incidência do ICMS, a suspensão do IPI e, ainda, a isenção de PIS\PASEP e COFINS.

Redução de riscos: saber que se é auxiliado por uma empresa especializada em negociações que envolvam exportação e importação, traz a segurança de que os riscos serão minimizados, já que os profissionais da empresa que realiza a intermediação, sabem exatamente como devem atuar para conquistar os resultados esperados e, até mesmo, trabalhar para superá-los.

Conhecimento de mercado: uma assessoria em comércio exterior pode ser entendida como a porta de entrada do seu negócio para o cenário internacional. Trabalhando focada neste mercado, ela sabe exatamente como atuar nele com a finalidade de apresentar as melhores e mais lucrativas oportunidades às empresas assessoradas.

Redução de custos: fazer o acordo com uma empresa para cuidar de tudo que envolva a exportação, pode representar em uma significativa redução de custos, tendo em vista que a empresa que quer inserir os seus produtos no cenário internacional, não vai precisar investir em criação ou adequação de departamentos para lidar exclusivamente com exportações e, também, não será necessário investir no treinamento da força de vendas para agir no exterior.

 

As desvantagens da exportação indireta

Como vimos, há muitas vantagens na exportação indireta, porém, também há algumas desvantagens que precisamos levar em conta no momento de tomar a decisão sobre se a exportação direta ou a exportação indireta é a mais adequada para o negócio.

A seguir, vamos elencar algumas destas principais desvantagens:

  • Relação mais distante com o consumidor final;
  • Não atuar diretamente no cenário internacional;
  • Dependência comercial da empresa que a representa no exterior;

Ainda que tenha algumas desvantagens, se os empresários colocarem no papel, na ponta do lápis, ou nos dígitos da calculadora, possivelmente perceberão que optar pela exportação indireta se trata de uma opção com melhor custo benefício, ao modo em que a empresa consegue aquilo que busca, que é se inserir no mercado internacional e, ainda, sabe que estará fazendo isso com o acompanhamento de profissionais especializados no assunto.